13335531_1087002051338067_220273239444514124_n

Nutricionista esclarece 14 mitos e verdades sobre suplementação




Um dos primeiros passos de quem quer investir no estilo de vida fitness é buscar algum tipo de suplementação para inserir em sua dieta. Seja por conta própria, ou com recomendação médica o número de pessoas que fazem uso de algum tipo de suplemento alimentar cresce vertiginosamente no Brasil.

Jennifer de Paula, vencedora da categoria biquíni da competição Garota NABBA Rio Fitness, é uma das pessoa que passaram a fazer uso de suplementação após começar a treinar pesado.

“Consultei meu nutricionista e ele me prescreveu os suplementos necessários para a minha dieta. Passei a fazer uso dos suplementos, principalmente do Whey Protein, e os resultados foram impressionantes. Aliados aos treinos e a dieta que fiz meu corpo mostrou uma evolução incrível”, conta Jennifer de Paula.

Jennifer de Paula

Jennifer de Paula – Foto: Divulgação \ MF Models Assessoria

O fato é que muitos boatos surgem quando falamos em suplementação e é difícil separar a verdade dos mitos.

Para o empresário João Moraes, proprietário da Highlab Nutrition, o consumo de suplementos é extensivo não só para quem quer ganhar massa muscular, como também para pessoas que precisam enriquecer sua alimentação e melhorar a qualidade de vida.

“A vantagem do consumo de suplementos é que produtos como os que a Highlab trabalha por exemplo, são livres de toxinas, ajudam a combater a sarcopenia é a perda de massa e força na musculatura esquelética com o envelhecimento. Por isso, todos podem usar o produto, independente de treinos. Todos que tem músculos podem consumir uma proteína de boa qualidade. Um exemplo é o consumo de alimentos ricos em proteínas, como o frango, ou o leite, por exemplo, estes alimentos não possuem o isolamento da proteína, então com o whey protein você tem a proteína isolada, sem gorduras, sem açucares e afins”, explica João.

Por conta de toda a discussão envolvendo suplementos alimentares, procuramos o Coach e Nutricionista Esportivo e Clínico, Gustavo Sicri, uma das grandes referências em nutrição do país, que esclareceu 14 mitos populares da suplementação.

Confira abaixo os esclarecimentos de Gustavo Sicri sobre suplmentação:

Whey Protein engorda?

Se utilizado de maneira adequada não engorda. O Whey Protein é um alimento, um leite super filtrado (proteína do soro do leite). Quando inserido em um plano alimentar individualizado poderá, inclusive, contribuir para o emagrecimento. Entretanto, no caso do consumo indiscriminado, sem a orientação adequada pode ser prejudicial à saúde até o acumulo de gordura corporal.
Os Alimentos ricos em proteínas são mais termogênicos (consomem mais energia), pois o organismo tem 30% mais dificuldade para digeri-los em comparação com a digestão de carboidratos e gorduras. Por isso, uma dieta rica em proteínas aumenta o metabolismo e auxilia na perda de gordura.

O Whey Protein possui peptídeos bioativos do soro do leite que conferem às proteínas diferentes propriedades funcionais. Além disso, o alto teor de cálcio favorece a redução da gordura corporal por mecanismo associado ao hormônio 1,25 (OH)2D. Também pode contribuir no controle da pressão sanguínea e como agente redutor do risco cardíaco. Ajuda a reduzir a fome, uma vez que influenciará níveis de grelina,um hormônio que informa ao seu cérebro que você está com fome.

Outra função importante da proteína é manter estáveis os níveis de açúcar no sangue. Isto significa que se você está com baixos níveis de açúcar (hipoglicemia),seus níveis de glicose perderão a estabilidade, encorajando você a uma solução rápida como comer doces. Ao fazê-lo, sem a presença de proteína, que podem ser oriundas da ingestão de whey protein, o nível de açúcar no sangue subirá imediatamente. Mas, por causa da ausência da proteína, o efeito não será duradouro, causando declínios e picos durante todo o dia.
Suplementos são como placebo?

Não. Atualmente existem diversos estudos científicos, além da própria experiência obtida em consultórios com a avaliação de pacientes e exames, que comprovam a eficiência dos suplementos alimentares como meios para suprir deficiências nutricionais comuns na população em geral. Os suplementos alimentares são, em geral, produtos constituídos por alta concentração de substâncias, destinadas a um fim específico. . A partir de sua composição, podem apresentar efeitos nutricionais, metabólicos e/ou fisiológicos que se destinam a complementar a alimentação normal em casos em que a ingestão desses componentes seja insuficiente, portanto, é importante que o consumo seja orientado, de forma individualizada, por um nutricionista.

Uma boa alimentação dispensa suplementos?

Sim, com uma boa alimentação, aliada a hábitos saudáveis, é possível dispensar os suplementos. – Uma dieta balanceada e saudável pode ser resumida em três princípios:
Variedade;
Moderação;
Equilíbrio.

Entretanto, é fundamental conhecer o paciente e avaliar seus exames para identificar carências nutricionais.

Creatina é um esteroide?

Não, a creatina é um suplemento alimentar e não é um esteroide anabolizante, Também não é considerado doping por nenhuma organização internacional, incluindo o comitê olímpico internacional. A creatina é uma substância produzida a partir de 3 aminoácidos: arginina, glicina e metionina (frações da proteína). Nosso corpo, sejamos atletas ou não, produz creatina através de proteínas consumidas na alimentação, a partir daí, esta substância é sintetizada nos rins e fígado, sendo então transportada e armazenada nos tecido muscular. A principal função da creatina é fornecer energia para a contração dos músculos.

Consumindo suplementos vou ficar musculoso mesmo sem treinar?

Não existe a possibilidade de desenvolvimento da massa muscular apenas com o consumo de suplementos. Os exercícios de resistência são fundamentais nesse processo. A resistência pode vir de halteres, aparelhos de musculação, tubos elásticos ou bandas, blocos de concreto, o seu próprio peso do corpo (por exemplo, flexões), ou qualquer outro objeto que force os músculos a se contrair.

Suplementos causam efeitos colaterais?

Caso sejam consumidos de maneira equivocada os suplementos podem sim causar efeitos colaterais. Podemos destacar como exemplos o uso de termogênicos a base de cafeína e chá verde, que consumidos em grandes quantidades podem ocasionar problemas cardiológicos. O uso indiscriminado de whey protein pode acarretar na sobrecarga das funções renais entre outros problemas, caso o dimensionamento do consumo de proteínas na alimentação do indivíduo não tenha sido feita de forma adequada.

Existem suplementos específicos e diferentes para mulheres e homens?

Sim, podem conter substâncias que são mais favoráveis para um dos sexos. Exemplo: mulheres grávidas devem suplementar ácido fólico para prevenir lesões no tubo neural do bebê e outras doenças.

O uso da creatina causa caibras musculares?

A possibilidade de ocorrer câimbras pelo consumo de creatina tem sido atribuída a mudanças nas concentrações de água e sais minerais nas fibras musculares. Porém, nenhum estudo tem evidenciado que a creatina possa, de fato, ocasionar câimbras, desidratação ou mudanças nas concentrações intramusculares de eletrólitos. Estas situações podem estar relacionadas mais diretamente com a fadiga muscular e desidratação resultante do treinamento em clima quente. O organismo tem uma capacidade muito grande para eliminar o excesso de creatina do corpo(da suplementação)
.
Dietas ricas em proteínas não são saudáveis?

Podem ser saudáveis sim, mas o consumo deve ser individualizado e orientado pelo nutricionista. Exemplo: Uma pessoa com disfunção renal poderá agravar seu problema com uma dieta rica em proteína.

Queimadores de gordura não funcionam?

Funcionam alinhados a dieta e exercícios físicos. Os queimadores de gordura são destinados a aumentar a energia, estimular o metabolismo ou suprimir o apetite. Existem diversos alimentos termogênicos utilizados por nutricionistas no controle da obesidade, auxiliando o tratamento dietético. É importante aliar o consumo dos alimentos termogênicos a um plano alimentar equilibrada, uma dieta hipocalórica, pobre em gorduras saturadas, incentivar os bons hábitos alimentares dos pacientes, além da prática frequente de atividade físicas .

Nosso corpo produz gorduras boas por conta própria?

O corpo humano não produz ácidos graxos essenciais (gorduras boas), portanto, estes devem ser consumidos por meio da alimentação, em proporções adequadas e com a devida orientação nutricional.

Posso comer qualquer coisa e tomar suplemento que estarei saudável?

Não. Deficiências nutricionais podem provocar doenças ou disfunções e o excesso, intoxicações. Por isso, a dieta deve ser sempre equilibrada e variada. Tomar suplementos não garante saúde, a base para um corpo saudável é a união da alimentação equilibrada conjugada com hábitos saudáveis e atividade física.

Há suplementos que fazem bem para quem não treina, ou não é atleta ?

Sim, diversos suplementos podem ser utilizados para suprir carências nutricionais ou para prover praticidade no dia a dia de não praticantes de exercícios. Grande parte dos suplementos alimentares apresente-se de forma similar aos medicamentos, como cápsulas, sachês, comprimidos, em pó, estes produtos têm por finalidade complementar a alimentação de indivíduos saudáveis ou suprir carências nutricionais.

A adoção de uma alimentação saudável é de grande importância para a redução do risco de doenças e para a manutenção de uma saúde ótima. Por outro lado, uma série de fatores podem representar grandes desafios para a permanência de uma alimentação balanceada e variada, dentre os quais destacam-se:

a) o estilo de vida urbano: falta de tempo para o preparo de refeições; opção por conveniência e praticidade; omissão ou substituição das refeições principais; realização de refeições fora de casa;

b) preferência pelo sabor de determinados tipos de alimentos, que pode representar uma alimentação pobre em determinados nutrientes;

c) inacessibilidade a alimentos em razão do custo elevado ou indisponibilidade (principalmente no caso de frutas, verduras e legumes);

d) fases específicas, nas quais ocorre mudança do perfil das necessidades nutricionais (por exemplo, gestação, lactação, períodos pós-cirurgicos, necessidade de suplementação específica, etc.).

Mulheres que consomem suplemento vão ficar com o corpo mais bonito, ajuda nas curvas?

Suplementos devem ser vistos como um complemento da alimentação e não como principal fator de mudança estética. Para mudanças estéticas a recomendação é a prática de exercícios com orientação do educador físico ou fisioterapeuta, associando a nutrição individualizada orientada por um nutricionista.




No Comments

Leave a Comment