Aricia Silva (6)

Arícia Silva faz dieta inspirada na pré história e com jejum intermitente




Arícia Silva, integrante do programa Pânico, começou uma nova dieta e tem feito jejum para manter seu corpo escultural.

Acompanhada pelo Dr Pedro Leão, a modelo deu início a Dieta Paleolítica Low Carb e Jejum Intermitente. Como o nome já diz a dieta é baseada no período Paleolítico, período evolutivo anterior à agricultura. Portanto, é a dieta que nossos ancestrais faziam. À qual o ser humano está evolutivamente e geneticamente adaptado.

De acordo com o médico, Não existe um único tipo de dieta paleolítica. Pois depois de abandonar a África, os hominídeos nômades vagaram por todos os continentes, alimentando-se daquilo que estava disponível, a depender da região: pesca (litoral), caça (savana), vegetais, frutas silvestres, raízes, insetos, larvas e coco (mais da metade das calorias diárias dos homens das ilhas do pacífico). Assim, não há um único cardápio na dieta paleolítica. Mas vários. No mundo atual (em que não temos que caçar, nem gostaríamos de comer insetos), a dieta se baseia em carnes, ovos, bacon, castanhas, azeite, vegetais, legumes, raízes e frutas (percebam que não é uma dieta da proteína). Sobre as frutas, existe quantidade ideal para cada pessoa, e frutas melhores que as outras. São proibidos: grãos (sendo o trigo, o pior de todos), açúcar, laticínios e alimentos processados. O conceito low carb advém do fato de que os carboidratos eram escassos durante 99,5% da nossa evolução. O que nunca foi um problema, já que podemos sintetizar todo o carboidrato necessário a partir de proteínas e triglicerídeos. Então a dieta deve possuir um baixo teor de carboidratos.
Nossos ancestrais não comiam 3 refeições por dia. Não faziam lanches. Nem comiam a cada 3 horas.
Comiam tudo que podiam, quando tinham a oportunidade. E preferiam o pedaço de carne mais gorduroso possível.

“Como já sabem, eu tenho bons hábitos e acompanhamento com médicos, endócrinos, rotina de treinos, etc, ja ha um bom tempo. O que acontece é que sempre que visitava um médico, ou profissional, eu tinha vergonha de contar a minha verdade. Porque, pela minha rotina corrida, era sempre meio inexplicável como eu conseguia manter o corpo ficando muitas horas sem comer. E ao comer, fazer uma bela refeição bem satisfatória. Sempre me diziam que eu estava fazendo tudo errado, que o certo era comer de 2 em 2 ou 3 em 3 horas, essas coisas que estamos cansados de saber. Ao conhecer o Dr Pedro Leão, de Brasília, e atentando aos estudos e práticas dele, fiquei feliz em saber que o que eu faço não é tão errado assim. Pelo contrario se conseguir fazer e fizer direitinho da muito resultado. Agora eu pratico o tal do jejum intermitente com dieta paleolítica. Em outras palavras, devo comer apenas duas ou três vezes ao dia (como eu já estou acostumada). Sendo carne, ovo, folhas, e acredite, bacon à vontade. E legumes, batata e alguma raiz de forma moderada!… Duvide quem duvidar, condene quem quiser condenar, mas eu sou a prova viva de que esse estudo tem fundamento e essa prática da resultado, sim. (risos)”, conta Aricia Silva.

Ainda segundo Pedro, os defensores da dieta paleolítica geralmente também defendem o jejum intermitente. Que nada mais é que alternar períodos de fartura (comer o que puder, seguindo os princípios da dieta paleolítica low carb) com períodos de jejum (mínimo 14 horas. Máximo 72 horas). Esse período de jejum pode ser fixo ou variar de um dia para o outro. Durante o jejum, os líquidos não-calóricos estão liberados (água, chá e café).

Aricia Silva - Foto: Dalazen Jr / MF Assessoria

Aricia Silva – Foto: Dalazen Jr / MF Assessoria

Aricia Silva - Foto: Dalazen Jr / MF Assessoria

Aricia Silva – Foto: Dalazen Jr / MF Assessoria

Aricia Silva - Foto: Dalazen Jr / MF Assessoria

Aricia Silva – Foto: Dalazen Jr / MF Assessoria

Aricia Silva - Foto: Dalazen Jr / MF Assessoria

Aricia Silva – Foto: Dalazen Jr / MF Assessoria

Aricia Silva - Foto: Dalazen Jr / MF Assessoria

Aricia Silva – Foto: Dalazen Jr / MF Assessoria

Aricia Silva - Foto: Dalazen Jr / MF Assessoria

Aricia Silva – Foto: Dalazen Jr / MF Assessoria




No Comments

Leave a Comment